Notícias

Como ter uma boa relação com a comida nas festas de fim de ano


Data de Publicação: 29 de dezembro de 2022
Fotos: Arquivo pessoal


como-ter-uma-boa-relacao-com-a-comida-nas-festas-de-fim-de-ano

Nutricionista Claudia Tansini CRN-2 4491
Conselheira do CRN-2

   As festas de fim de ano costumam ser um período de exageros à mesa, em parte por termos muitas comidas típicas, e também por termos abundância de comida, em festas com muitas famílias e pessoas reunidas. Mas as festas de fim de ano não precisam, obrigatoriamente, ser uma época de comilança, ou seja, ninguém precisa engordar nestas festas.

   Para não exagerarmos na quantidade de comida devemos prestar atenção à nossa fome, e nesse caso, principalmente, prestar atenção à saciedade, para não comermos demais, e ficarmos passando mal de tanto comer.

   Como a gente faz?

   Tomando consciência de que nessa época temos muita exposição a comidas gostosas, mas também lembrando que não somos obrigados a comer todas elas. Podemos comer as comidas que mais gostamos, até ficarmos bem (saciado), e comermos mais alguma coisa mais tarde, ou até mesmo no dia seguinte, podendo comer mais da mesma comida ou provar comidas diferentes.

Não precisamos comer tudo no mesmo dia, e não precisamos comer TUDO.

Vamos às dicas práticas:
- Em primeiro lugar, olhe tudo o que está disponível, veja todas as comidas que tem na mesa (não saia servindo de tudo um pouco);
- Depois escolha as comidas que tu mais gostas e se sirva um pouco delas (vai que a comida não está tão boa, a gente nem gasta espaço no estômago com ela)
- Sempre lembre que tem a sobremesa e a bebida, e o nosso corpo tem que dar conta de tudo isso, porque se ele não der conta quem passa mal depois é a gente.
- Lembrar que a comida de Natal sempre sobra, amanhã vai ter repeteco e tu vais poder comer o que não provaste e ficar de boa, sem barriga estourando.
- E por último, mas não menos importante, não vá para as festas com muita fome, não faça a famosa compensação “já que vou comer bastante na festa, vou passar o dia em jejum”. Coma normalmente durante o dia e normalmente durante a festa.

   Temos que lembrar também que exagerar às vezes também faz parte de uma alimentação normal e que se não conseguirmos nos controlar, está tudo bem.
   Temos que lembrar que também é “papel da comida” nos reunir em torno da mesa com as pessoas queridas, além de representar comemorações específicas (peru, panetone no Natal, lentilha no Ano Novo, etc).

   O importante é aproveitar esses momentos sem culpa em relação a comida.