Notícias

7 de junho - Dia Mundial da Segurança dos Alimentos


Data de Publicação: 7 de junho de 2022


7-de-junho-dia-mundial-da-seguranca-dos-alimentos

   Com o objetivo de fortalecer esforços para reduzir o risco de doenças transmitidas por alimentos,  garantindo que eles sejam inócuos, e ressaltar a importância do trabalho dos profissionais envolvidos na produção e manejo de alimentos, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) lançou, em 2019, Dia Mundial da Segurança dos Alimentos.

   Para uma alimentação segura e com qualidade, o CRN-2 ressalta a importância da atuação do nutricionista e do Técnico em Nutrição e Dietética (TND) nos estabelecimentos que ofertam serviços de alimentação (restaurantes, padarias, lancherias, cantinas escolares, e outros). Devido a relevância deste tema, em 2014, o Regional lançou o o Selo de Qualidade "Aqui tem nutricionista". O projeto, que em breve será retomado, visa destacar as empresas que têm nutricionista e cumprem as normas de segurança e de qualidade dos produtos ofertados.

   Acompanhem, abaixo, o artigo da nutricionista Laissa Medeiros, que compartilha a sua experiência com segurança dos alimentos e o significado da atuação dos nutricionista para a saúde da população.

____________________________________________

Laissa Benites Medeiros CRN-2 10853*

   O Dia Mundial da Segurança dos Alimentos (DMIA), tem por objetivo chamar a atenção e inspirar ações para ajudar a prevenir, detectar e gerenciar riscos de origem alimentar, contribuindo para a segurança dos alimentos, saúde humana, prosperidade econômica, agricultura, acesso a mercados, turismo e desenvolvimento sustentável (OPAS, 20221). Essa data vem se tornando cada vez mais relevante, principalmente quando temos um panorama de crescimento desordenado populacional e de urbanização e produção de alimentos em larga escala. 

   Neste ano, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) está trabalhando o tema “Alimentação Segura, Melhor Saúde”. Pode-se afirmar que uma alimentação segura é garantida quando temos o consumo de alimentos seguros, que são aqueles livre de perigos químicos, físicos e biológicos. O fornecimento e consumo de alimentos seguros também estão previstos na Agenda 20302, estando correlacionado a 2 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), nos quais podemos destacar:  

  • Fome Zero e agricultura sustentável: pois não basta garantir o fornecimento de alimentos em quantidade suficiente, os alimentos devem ter qualidade nutricional, sensorial e de segurança. Também precisamos garantir a produção agrícola suficiente para prover a quantidade necessária para consumo, de forma sustentável, não prejudicando o meio ambiente, as pessoas e/ou animais.  
  • Boa saúde e bem-estar: dentre outros objetivos tem-se o de acabar com as doenças transmitidas pela água e reduzir substancialmente o número de mortes e doenças por produtos químicos perigosos, contaminação e poluição do ar e da água do solo. 

   Como nutricionistas, reforçamos a importância da Segurança dos Alimentos em Unidades de Alimentação e Nutrição. Esse é um assunto a ser valorizado por todos, pois os alimentos contaminados podem colocar em risco a saúde de qualquer pessoa que venha a consumi-los, em especial as que fazem parte de um grupo vulnerável, como: crianças, idosos, grávidas, imunocomprometidos, doentes, entre outros.  

   Estima-se que, anualmente, uma em cada dez pessoas no mundo adoecem após consumir alimentos contaminados. Dados da Secretaria de Vigilância em Saúde3, de 2012 a 2021, indicam que não é apenas em estabelecimentos comerciais que são desencadeadas doenças transmissíveis por água ou alimentos contaminados. Estes dados demostram que os surtos ocorrem 37,7% nas residências, 15,1% nos restaurantes/padarias e similares e o restante em demais espaços. 

   Se pensarmos em prevenção, em nível mundial, temos as Cinco Chaves para uma alimentação segura4, que inclui: manter a limpeza, separar alimentos crus e cozidos, cozinhar bem os alimentos, manter o alimento em temperaturas seguras e utilizar água e matérias-primas seguras. Estas são orientações importantes para toda população seguir em suas residências e/ou quando estiver consumindo alimentos em qualquer ambiente. Também temos o Codex Alimentarius que reúne os padrões para alimentos de 187 países membros e a União Europeia. 

   No Brasil temos as legislações municipais, distrital, estaduais e federais que regulamentam a produção de alimentos seguros, com regras de: boas práticas para a manipulação; padrões microbiológicos; matérias estranhas macroscópicas e microscópicas; resíduos de medicamentos veterinários em alimentos de origem animal; contaminantes; rotulagem. Os normativos federais mais atualizados no tema podem ser encontradas na Biblioteca de Alimentos da Anvisa5, a qual é periodicamente atualizada. 

   Nós, nutricionistas, temos, portanto, um importante papel, como profissionais inseridos na área da saúde, em discutir a Segurança dos Alimentos com a população em geral, em especial na cadeia de produção do campo a mesa, vindo de encontro ao lema da campanha deste ano que é “Segurança dos alimentos, assunto de todos”. 

___________________________________________________________________

1 - https://www.paho.org/pt/campanhas/dia-mundial-da-seguranca-dos-alimentos-2022

2 - https://brasil.un.org/pt-br/sdgs

3-  https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z/d/dtha ; https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z/d/dtha/arquivos/copy_of_apresentacao-surtos-dtha-2022.pdf

4 - https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/43546/9789241594639_por.pdf

5 - https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/regulamentacao/legislacao/bibliotecas-tematicas/arquivos/biblioteca-de-alimentos

___________________________________________________________________

 

Laissa Benites Medeiros CRN-2 10853

Graduada em Nutrição pela Universidade Franciscana (UFN)

Mestre em Ciência e Tecnologia de Alimentos (UFSM)

Consultora e Auditora do Programa Alimento Seguro (PAS)

Ministrante autorizada pela vigilância em Cursos de Boas Práticas

Ministrante de cursos de rotulagem geral e nutricional

Sócia administradora de empresa de Consultoria em Controle de Qualidade

 

 

 

___________________________________________________________________

Quer participar deste espaço, colaborando com o CRN-2 com artigos em datas da saúde?

Acesse AQUI  e inscreva-se no CADASTRO DE CONSULTORES