Notícias

08 de agosto - Dia Nacional de Prevenção e Controle do Colesterol Elevado


Data de Publicação: 8 de agosto de 2022


08-de-agosto-dia-nacional-de-prevencao-e-controle-do-colesterol-elevado

Nutricionista Sandra Mari Barbiero CRN-2  2125

   Já se passaram 20 anos desde a aprovação no Senado Federal do projeto para que o dia 08 de agosto fosse considerado oficialmente o Dia Nacional de Prevenção e Controle do Colesterol Elevado. E desde então, esta data tem sido utilizada para campanhas de sensibilização da população sobre este assunto. ¹ 

   A atualização da Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose – 2017, traz evidências científicas que embasam as orientações nutricionais de prevenção em saúde cardiovascular. Esta diretriz, além de salientar os níveis de LDL e de HDL colesterol, fatores de risco e de proteção, respectivamente, traz a importância de controle do Colesterol Não HDL. Este, passa a ganhar importante valor preditivo, uma vez que mede o colesterol de todas as lipoproteínas potencialmente aterogênicas (as que têm apoproteína B em sua superfície, incluindo as lipoproteínas remanescentes), especialmente em indivíduos com TG elevados. Uma vez aumentado o Colesterol Não HDL, sinaliza a necessidade imediata de mudanças no estilo de vida. ²

   Embora a genética desempenhe papel de risco na doença cardiovascular (DCV), a ingestão alimentar não saudável, a inatividade física e o tabagismo também podem afetar este risco de forma independente. 

   A adoção de estilo de vida favorável está associada a um risco relativo quase 50% menor de doença arterial coronariana do que o estilo de vida desfavorável. ³

   A qualidade e a quantidade dos alimentos, em particular as fontes de gorduras (saturadas, trans, monoinsaturadas, polinsaturadas), influenciam tanto a patogênese quanto a prevenção das DCV.  As Diretrizes internacionais preconizam retirada de ácidos graxos trans, redução do consumo de ácidos graxos saturados (AGS) e inclusão, em quantidades adequadas, de alimentos fontes de ácidos graxos insaturados. Estudos epidemiológicos mostram que tanto o excesso do consumo de AGS, como a insuficiência da ingestão de POLI associam-se ao aumento de risco cardiovascular. 

   Além disso, o efeito do consumo dos ácidos graxos depende ainda do perfil alimentar em que se inserem, visto que a substituição de AGS por carboidratos refinados pode aumentar o risco cardiovascular, reforçando a necessidade de orientações para um padrão alimentar saudável. 

   Vale ressaltar que nem todas as pessoas reagem da mesma forma ao consumo do colesterol alimentar, pois a resposta é altamente variável, dependendo de fatores genéticos e metabólicos, mas a recomendação foca na limitação de gorduras saturadas em menos de 10% ao dia, e que consequentemente, vai limitar também o colesterol alimentar.4

   Sabemos que existem barreiras para obtenção de padrões alimentares saudáveis, dentre elas: custo, conveniência/tempo de preparo, preferências de gosto da família, tabus alimentares, desconhecimento do sabor de alguns alimentos e preparações repetitivas. Fica aqui o desafio para nós, nutricionistas, orientar a população para mudanças nestas escolhas alimentares, com o objetivo de adequação a um padrão alimentar saudável. Desta forma, auxiliaremos na prevenção do controle do colesterol bem como, de outras patologias associadas a má qualidade alimentar. 

_________________________

Sandra Mari Barbiero CRN-2  2125 - Conselheira secretária do CRN-2.
_________________________

        1. Maioridade do Dia de Prevenção ao Colesterol Elevado em tempos de pandemia COVID 19. Sociedade Brasileira de Cardiologia, 2019. Disponível em https://www.portal.cardiol.br/post/maioridade-do-dia-de-preven%C3%A7%C3%A3o-ao-colesterol-elevado-em-tempos-de-pandemia-covid-19. Acesso em: 06 de ago. de 2022.
        2. Faludi AA, Izar MCO, Saraiva JFK, Chacra APM, Bianco HT, Afiune Neto A et al. Atualização da Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose – 2017. Arq Bras Cardiol 2017; 109(2Supl.1):1-76
        3. (Harold E Bays et al. Ten things to know about ten cardiovascular disease risk factors – 2022 Am J Prev Cardiol. 2022 Jun; 10: 100342. Published online 2022 Apr 6. doi: 10.1016/j.ajpc.2022.100342
        4. Izar MCO, Lottenberg AM, Giraldez VZR, Santos Filho RDS, Machado RM, Bertolami A, et al. Posicionamento sobre o Consumo de Gorduras e Saúde Cardiovascular – 2021. Arq Bras Cardiol. 2021; 116(1):160-212